Tio, vê tudo em bala!

Hoje um colega postou que não entende como chegara a mais de mil e trezentos amigos no Facebook. A seguir, um conhecido dele comentou: “também, você deve ter adicionado o Zé da padaria, a Maria da banquinha…”. Ele concordou, dizendo que deveria ser mais seletivo.

Será? Remexa nos seus arquivos pessoais e confira: não estão lá o Zé da padaria ou a Maria da banquinha, bem no meio da sua infância? Foram eles que receberam nossas suadas moedinhas, quando dizíamos: “vê tudo em sete belo”, ou dadinho, ou geladinho, ou paçoquinhas. ou pipas, ou cartolinas, ou pirulitos…

Quando eu era menor, havia próximo de casa a padaria do Valmor, que se tornou a padaria da Nazira, que desde então vive trocando de dono. Havia também a padaria do Irineu, que ficava ao lado da quitanda do Seu Irineu, pai dele. (Na verdade, na verdade, o Seu Irineu nunca foi conhecido assim: ele era chamado não-tão-respeitosamente de Véio Irineu.) Eram nessas padarias que eu depositava meus investimentos pessoais em troca de doces e figurinhas de álbuns de Campeonatos Brasileiros ou Copas do Mundo.

Eu jamais esquecerei desses lugares, porque marcaram um período muito importante da minha vida. Sem saber, o Valmor e o Irineu coadjuvaram minha infância. Eu não sei sequer se hoje eles ainda estão vivos, mas o conceito deles, que mantenho congelado, está.

Parece pouco, né? Agora remexa novamente na memória e tente lembrar de dez colegas da sua quinta série. Tente lembrar do sobrenome do seu primeiro chefe. Tente lembrar do ano em que morreu seu primeiro bichinho de estimação. Tente lembrar do aniversário dos seus tios e tias. Tente lembrar a sequência de movimentos do controle do vídeo game que permitia você vencer o “chefão”. Coisas que nos eram tão caras ou que compõem nosso cotidiano passam com muita facilidade por entre os dedos. Pense bem: não é pouca coisa mantermos intocados os nossos fornecedores de alegria.

Por isso, seguem três dicas importantes para você, que vende coisas (doces, pipas, cartolinas…) para crianças:

1) Seja gentil;

2) Entenda que, durante a infância, as paçocas são especialmente doces;

3) Se você fizer mais que vender paçocas, o tempo pode levá-lo, mas você permanecerá vivo.

Anúncios

~ por Carlos Pegurski em setembro 23, 2012.

2 Respostas to “Tio, vê tudo em bala!”

  1. só que a cerveja agora tá R$ 3,25

  2. Gostei da conclusão… rsrs.
    E lembro de tudo isso que falou… viva memória. 😉

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

 
%d blogueiros gostam disto: